segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Angustia Suprema II

Eu devo buscar o conhecimento de Deus e devo também me manter em consciente adoração a Ele pois, não há outra coisa que possa ser feita a não ser isso e o dar testemunho disso, por palavras e atos.

Mas que não esperem os homens ao olhar para mim, encontrar alguém que se alegra, não espere mesmo pois, apesar de estar cônscio de que por fim o verdadeiro Deus prevalecerá, eu bem sei de toda tribulação que aguarda a humanidade, na qual eu mesmo me encontro inserido.

Muitos de nós sofreremos como cães danados, mesmo muitos daqueles que se mostrem zelosos, de forma genuína, no esforço de manter-se fieis ao cordeiro de Deus de modo que, nestes tempos e, mais ainda em tempos vindouros, os sonhos de alegria e prosperidade humana serão uma das piores pedras de tropeço em nossas vidas.

Mesmo não desejando ser maus, seremos aos milhões, enlaçados por nossa própria ingenuidade e ignorância, quanto as questões centradas no mundo espiritual, sofreremos mais por não conhecer a palavra de Deus e não teremos a devida capacidade de entender aquilo que estiver sucedendo a nossa volta e aquilo que ainda virá a suceder em nossas vidas.

Não há como ser evitado todo sofrimento humano que é e que será mais e mais resultante em nosso meio, dos efeitos decorrentes da verdadeira e inexorável guerra entre o bem e o mal, que abarca todo o universo, quer físico, quer espiritual. A diferença é que os seres do universo espiritual têm plena consciência de tudo que se passa e nós nos esforçamos em não desejarmos ter consciência de nada.

Após a derrota do mal no mundo espiritual, ainda resta uma longa jornada de luta, agora com o mundo físico sendo abarcado definitivamente para dentro essa guerra. Estamos fadados a isso desde a infância da nossa rebeldia contra o criador, nos metemos nisso por nossa própria deliberação, vontade e ambição e, ora, gostemos nós disso ou não, estamos completamente envolvidos.

Muita estupides humana ainda ocorrerá, em muita tolice ainda se com duzira a humanidade e isso em escala global, generalizando o sofrimento e, consequentemente, muito sangue humano verterá para o seio da Terra. Poucos têm alguma noção do que está ocorrendo e muito menos entenderão as coisas que estão por vir, muitos virão a amaldiçoar o Deus do céu e da Terra e, mesmo dentre aqueles que se supõem fies a Deus sucumbirão, com relativa facilidade, as orquestrações de aparências agradáveis do mal.

Uma vez restrito a atuar somente na Terra habitada pelos humanos, o mentor do que é maligno e asseclas, que foram também enganados e arrastados, uma terça parte das criaturas celestiais, não têm mais como retroceder e têm terreno humano fértil para concertar seus esforços de alastramento da destruição. Tudo isso foi profetizado por Deus, usando o apóstolo João e está devidamente informado aos filhos dos homens e ocorrerá, não obstante a nossa indiferença.

Já está ocorrendo, ai de cada um de nós!

Eu devo buscar o conhecimento de Deus e devo também me manter em consciente adoração a Ele pois, não há outra coisa que possa ser feita a não ser isso e o dar testemunho disso, por palavras e atos. Mas eu me recuso em me alegrar em ser habitante da Terra nestes dias, porquanto, por isso, eu verdadeiramente sofro e minha alma se angustia até a morte!

Que o verdadeiro Deus tenha misericórdia de mim e permita que o seu Santo Espírito venha dirigir a minha própria razão e passos, para que eu mesmo não venha a me manter inclinado a sucumbir em enganos.

Que eu não erre de videira na qual eu devo me manter ligado e nem mesmo minha visão se turve, ao ponto que eu confunda homens com árvores e, que na contagem dos meus dias, eu não me torne a mim mesmo como um vaso, que faça por onde aumentar, ainda mais, o sofrimento daqueles que me cercam em meio a humanidade assolada.

Que a vontade do Senhor Jeová venha a ser feita sem grande demora na Terra, assim como ela já é estabelecida no céu, amenizando as nossas dores pois, é terrível prosseguir vivendo em um mundo que jaz no poder do iníquo. É isso que peço no nome do Cordeiro Salvador, o Senhor Jesus, Amém! 
Licença Creative Commons
Este trabalho de André Luis Lenz, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
 
Licença Creative Commons
Este trabalho de André Luis Lenz, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.